REVISTA DO INSTITUTO HISTÓRICO E
GEOGRÁFICO DE CÁCERES (ISSN 2676-041X)
REVISTA PG1.png

Volume 01, nº 01 (2021)

A Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Cáceres (IHGC) nasce com a missão de reunir e difundir pesquisas voltadas à cultura, memória e às identidades nas suas diferentes abordagens. A instituição, de carácter civil de direito privado sem fins lucrativos e sem interesses políticos partidários, tem o objetivo maior de agir sobre temas relacionados à preservação da memória social e cultural do município de Cáceres. Nessa direção, os sócios efetivos e correspondentes, além de estar inseridos em ações sociais, promovem a difusão de estudos científicos e culturais que estejam engajados nas diretrizes estatutárias.

O primeiro volume do periódico destina-se à recuperação de informações fundamentais sobre as personalidades que formam o grupo de patronos e patronesses, que fundamentam os lugares ocupados pelos sócios. Tais personalidades são escolhidas no momento de ingresso na instituição, mediante justificativa que aponte sua relevância no contexto histórico e geográfico do município. Desse modo, neste volume, serão contemplados, na ordem em que aparecem no sumário: RAIMUNDO CÂNDIDO DOS REIS, DOM GALIBERT, DULCE REGINA CURVO, JANE VANINI, MARIA JOSEPHFA DE JESUS LEITE, NATALINO FERREIRA MENDES e AKIO KISHI, cujos sócios equivalentes são: Adilson Reis, Agnaldo Rodrigues da Silva, Elisabeth Duarte Antunes Dutra, Maria do Socorro Souza Araújo, Neuza Zattar, Olga Maria Castrillon Mendes e Wilson Kishi, respectivamente.

Assim formatada, a Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Cáceres constitui uma iniciativa científico-cultural que se soma às outras em nível estadual e nacional, na missão de construir fontes de pesquisa histórica, geográfica, literária e artística que amparem e fortaleçam os estudos contemporâneos que se propõem a enveredar pelo âmbito da memória e identidade, suas fronteiras e entre-lugares. De certo modo, a recuperação de informações históricas pelo olhar contemporâneo dinamiza a relação entre o passado e o presente, pois, é necessário revisitar o passado para compreensão dos sentidos múltiplos da existência.

Desejamos a todos boas leituras pelos caminhos da memória constitutiva de Cáceres, a partir dos atores sociais presentificados no lema ADSUM que sustenta o simbólico brasão do município. Trazer as personalidades históricas pela escrita é também uma forma de fazê-los presentes no mundo atual e, quiçá, imaginá-los a dizer:

Adsum!

Agnaldo Rodrigues da Silva
Presidente do Instituto Histórico e
Geográfico de Cáceres

Olga Maria Castrillon-Mendes
Vice-presidente do Instituto Histórico e
Geográfico de Cáceres

Artigos

RAIMUNDO CÂNDIDO DOS REIS

Adilson Reis

1

DOM GALIBERT

Agnaldo Rodrigues da Silva

2

DULCE REGINA CURVO

Elisabeth Duarte Antunes Dutra

3

JANE VANINI

Maria do Socorro Souza Araújo

4

MARIA JOSEPHA DE JESUS LEITE “A NHANHÁ DA JACOBINA”

Neuza Zattar

5

NATALINO FERREIRA MENDES

Olga Maria Castrillon-Mendes

6

AKIO KISHI SINÔNIMO DE FOTOGRAFIA EM CÁCERES

Wilson Kishi

7